COMO AGEM e COMO USAR OS REMÉDIOS FLORAIS

Os remédios florais agem indiretamente, auxiliando o indivíduo, dentro de um esforço global de cura.  Agem suavemente, produzindo transformações sutis, na profundeza do Ser, e determinando alterações positivas nos traços de caráter, nos impulsos e condições psíquicas.

Na prática, eles tem se mostrado extremamente úteis no tratamento de problemas emocionais e afetivos.

O objetivo dos florais é estabelecer um equilíbrio entre o eu superior, a mente e o corpo, de modo que, quando distúrbios emocionais perturbarem o bem estar geral da pessoa, a correção do estado emocional, através da aplicação dos florais corretos, ajuda a obter uma mudança positiva.

COMO USAR OS REMÉDIOS FLORAIS

Cabe ressalvar que a auto-medicação exige auto-conhecimento e capacidade de observação, sem que o indivíduo se identifique com as próprias emoções.  Isso requer um bom nível evolutivo, sensibilidade, intuição e compreensão das leis espirituais.  Indicar o remédio errado, ainda que não provoque distúrbios, deixa de atingir o fim desejado.

Esses remédios podem ser usados concomitantemente a outros tratamentos e não provocam efeitos colaterais.  São as seguintes, as regras básicas para a sua prescrição:

  • Verificar as causas dos sintomas relatados, pois os remédios florais, removem os bloqueios emocionais e mentais, em sua raiz;
  • Limitar o número de remédios florais, numa mesma fórmula, ao mínimo possível.  O ideal é não passar de 6 essências no mesmo frasco.  Quanto menos, melhor;
  • Deve-se hierarquizar as emoções em desequilíbrio, ou seja, selecionar as principais desarmonias que dominam o quadro, para se encontrar o remédio adequado;
  • Os estados emocionais e mentais, em desequilíbrio, devem ser conscientes ou perceptíveis à observação de quem prescreve os remédios;

O remédio atua da superfície para a profundidade.  Equilibrada uma situação, poderá emergir um novo aspecto desarmonioso, que requeira outro remédio.

remédios florais de Bach

remédios florais de Bach

O remédio floral de Bach é produzido na Inglaterra e preparado, no Brasil, em farmácias de manipulação, onde 2 gotas da essência concentrada, são diluídas em água mineral e conhaque, para conservar.  Tem validade de 30 dias, a partir dessa preparação.  O frasco do remédio de 30 ml, é utilizado para prover as doses, e tudo o que se requer são apenas 4 gotinhas, pingadas diretamente na boca, 4 a 5 vezes ao dia.

Em casos urgentes, ou graves, pode-se ministrar as doses, em intervalos de meia em meia hora, ou mesmo de 10 em 10 minutos, até que o paciente melhore. 

Nos pacientes inconscientes, deve-se umedecer-lhes os lábios, freqüentemente, com as gotas do remédio.

Sempre que houver dor, inflamação ou qualquer moléstia local, uma loção também pode ser aplicada.  Para isso, deve-se pingar algumas gotas do remédio, num algodão e usar como compressa.  O algodão pode ser umedecido de quando em quando, conforme a necessidade. 

Banhos com água misturada às gotas dos remédios, podem ser benéficos. 

Em casos de ambientes negativos, pode ser feita uma limpeza, borrifando-se o remédio adequado ao caso, diluído em água, num vaporizador de plantas.

2 pensamentos sobre “COMO AGEM e COMO USAR OS REMÉDIOS FLORAIS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s